Tyson Fury e Anthony Joshua chegam a acordo para unificação dos cinturões dos pesos pesados

Tyson Fury e Anthony Joshua chegam a acordo para unificação dos cinturões dos pesos pesados

- EmBoxe
0

Uma das batalhas mais esperadas dos pesos pesados finalmente acontecerá. Após meses de árduas negociações entre os promotores de Tyson Fury e Anthony Joshua, há um acordo para unificar os títulos de pesos pesados.

Créditos da foto: DAZN

Onde e quando será a luta ?

Tanto a data, quanto o local não foram ainda definidos, as equipes terão 30 dias a partir da assinatura do acordo.

Eddie Hearn, promotor de Joshua já adiantou que hã ofertas vindas de múltiplos países do Médio Oriente, da Ásia, Europa Oriental e América, para que as lutas aconteçam lá.

“Esta é a maior luta no boxe e um dos maiores eventos desportivos do mundo .Será uma grande, grande vitória para um país que se quer mostrar”. – Eddie Hearn

O contrato exige uma divisão 50-50 no primeiro combate e 60-40 na desforra, ficando o vencedor com a parte mais alta. O plano é que ambos os combates tenham lugar em 2021 — o primeiro em Junho ou Julho e a desforra, idealmente, em Novembro ou Dezembro. Mas a notícia do acordo chega poucos dias depois de Fury ter manifestado frustração com as negociações que começaram em Janeiro, dizendo que tinha deixado de treinar para Joshua.

  • Joshua, de 31 anos tem um recorde de 24 vitórias (22 por KOs), 1 derrota contra Andy Ruiz. Detém os títulos de pesos pesados da WBA, IBF, WBO e IBO
  • Fury, de 32 anos tem um recorde de 30 vitórias (21 KOs), 1 empate contra Deontay Wilder. Detém o título de pesos pesados da WBC

Espera-se que essa seja uma das batalhas mais disputadas dos pesos pesados, com Tyson Fury a prometer que consegue derrubar Joshua com o seu estilo pouco convencional. O mundo do pugilismo aguarda agora pelas datas para que comecem então os jogos mentais antes da batalha.

[Via]: ESPN

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.