Oleksandr Usyk domina Anthony Joshua e fica com os 3 cinturões dos pesos pesados

Oleksandr Usyk domina Anthony Joshua e fica com os 3 cinturões dos pesos pesados

- EmBoxe, Destaque
0

A divisão dos pesos pesados tem um novo nome a ter em conta. Oleksandr Usyk foi à Inglaterra para “receber” os cinturões ao dono da casa.

Numa batalha esperada desde 2019, quando o ucraniano Oleksandr Usyk tornou-se no oponente obrigatório para Anthony Joshua (AJ), muitos esperavam que o ex-campeão fosse dominar (pela vantagem física e o factor casa), mas na prática a luta foi bem diferente…

Para contextualizar, para quem não acompanhou a carreira dos dois pugilistas, Usyk de 34 anos e Joshua de 31 anos foram excelentes lutadores amadores, tendo conseguido a medalha de ouro nos jogos olímpicos, na categoria dos pesos pesados. Na altura de se tornarem profissionais, Joshua foi para a divisão dos pesos pesados e tornou-se campeão, enquanto Usyk, com muito mais experiência como amador, foi para a divisão dos pesos pesados júnior (cruiserweight ou cruzados) – que permite o peso máximo de 90.7 kg.

Desde a sua estreia como profissional, em 2013, Usyk teve 18 lutas e 18 vitórias. Joshua, que também estreou-se como profissional em 2013, tinha 23 lutas, onde conseguiu 22 vitórias e 1 derrota (contra Andy “The Destroyer” Ruiz). Os fãs do boxe estavam curiosos para perceber como Joshua lidaria com um oponente com bastante experiência, um QI e movimentação muito acima da média.

Como foi a luta?

O combate ocorreu no estádio do Tottenham , diante de 70 mil espectadores que estavam prontos para torcer por Joshua.

Os primeiros assaltos foram de estudo por parte do dois lutadores, mas Usyk foi mais rápido e impetuoso, dominou os três primeiros assaltos, quando acertou boas sequências. Os treinadores de AJ tiveram de lembra-lo do plano de jogo a partir do quarto assalto, que passou a usar mais os jabs, usando o seu alcance e poderio físico para equilibrar o combate.

A partir do sétimo assalto, muitos previam que Usyk fosse perder o fôlego e seria dominado por AJ, mas o desafiante surpreendeu todos, com ataques fulminantes, ficando por um triz de conseguir o knockout.

A vitória de Usyk foi unânime, os placares dos juízes apontaram 117-112, 116-112 e 115-113 a favor do Ucraniano que foi inteligente e tático. Uma atuação espetacular que lhe valeu os títulos mundiais da Associação Mundial de Boxe (WBA), Federação Internacional de Boxe (IBF) e Organização Mundial de Boxe (WBO).

Usyk chorou ao ser anunciado como vencedor e em seguida recebeu os cinturões que o oficializam como novo campeão mundial dos pesados. Usyk foi anteriormente o campeão indiscutível entre os cruzados (ficou com os 4 cinturões da categoria), tendo abandonado os cinturões para subir de peso e disputar a categoria dos pesados.

Créditos: Julian Finney/Getty Images

 

A revanche?

Joshua tem uma cláusula contratual que dá o direito de pedir um novo combate imediatamente, mas não houve ainda uma informação oficial da equipe do ex-campeão.

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.