Sílvio De Sousa abandona programa de basquetebol do Kansas e não participará na próxima época

Sílvio De Sousa abandona programa de basquetebol do Kansas e não participará na próxima época

- EmBasquetebol, Destaque, NCAA
0

Sílvio De Sousa, decidiu optar por não participar da época 2020/21 dos Kansas Jayhawks, aquela que seria a sua última época no basquetebol universitário dos Estados Unidos. O extremo angolano anunciou na sua página do Twitter, citando “questões pessoais” como a razão da sua decisão.

“Tenho muita coisa a pesar na minha cabeça e preciso resolver isso tirando um tempo pra mim afastando-me do basquetebol”, disse no comunicado.

Sílvio mencionou ainda que não sabe qual será o próximo plano, mas que decidirá quando for a altura certa.

“Não foi uma decisão fácil a de abandonar o programa de basquetebol, mas é a melhor coisa que posso fazer agora”, disse Sílvio. “Obrigado a todos os meus treinadores e colegas de equipa por estarem sempre comigo. Serão sempre meus irmãos para toda a vida. Nação Jayhawk, obrigado por me receberem e por me apoiarem nos altos e baixos. Tem sido muito duro para mim por vezes, mas todos vocês significaram muito para mim”.

Bill Self, treinador dos Jayhawks, disse ter-se encontrado com Sílvio mais cedo, onde foi informado sobre a sua decisão.

“Conhecendo o Sílvio, estava claro que ultimamente estava distraído e não estava totalmente focado nos treinos”, disse Self. “Depois de ele e eu nos sentarmos e conversarmos sobre isso, ficou claro que deixar o programa era a melhor decisão para ele, e para o basquetebol do Kansas. A certa altura no futuro, Sílvio decidirá quais serão os seus próximos passos e onde isso o levará”.

“Sílvio trabalhou arduamente durante o seu tempo aqui e nós estivemos ao seu lado durante todo o tempo, mas compreendemos perfeitamente o seu raciocínio para tirar tempo ao basquetebol. Apoiamos a sua decisão e não lhe desejamos nada mais a não ser sucesso daqui em diante”.

Nos Jayhawks, Sílvio de Sousa participou em 38 jogos, na sua primeira época (2017/18) teve médias de 4,0 pontos por jogo e 3,7 ressaltos por jogo em 8,8 minutos por jogo. Na temporada 2018/19 foi forçado a ficar toda ela de fora enquanto lutava contra questões de elegibilidade com a NCAA. Já em 2019/20, obteve uma média de 2,6 pontos por jogo e 2,8 ressaltos por jogo em 8,2 minutos por jogo.

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.