“Raid Cacimbo Cuca 2018” inaugura a primeira rota turística em Angola

“Raid Cacimbo Cuca 2018” inaugura a primeira rota turística em Angola

- EmDiversos
0

O Raid Cacimbo Cuca 2018 conta com o alto apoio institucional do Ministério do Turismo e inaugura a primeira rota turística Angolana dentro do Projecto KAZA (Kavango Zambeze), com o intuito de criar novos olhares para o turismo nacional. A apresentação teve lugar ontem, 3 de Julho, no Hotel Baía, em Luanda, num evento que contou com a presença da Ministra do Turismo, Ângela Bragança, da Secretária de Estado para a Juventude, Mayer Alcaim, do coordenador nacional executivo do Projecto KAZA, Rui Lisboa, bem como patrocinadores, organização e diversos cacimbados, entre os quais participantes desde a primeira edição, em 1996.

A aventura deste ano, na estrada de 21 de Julho a 5 de Agosto, percorrerá mais de cinco mil quilómetros por Angola, Namíbia e Botswana, com foco na Área de Conservação Transfronteiriça do KAZA. Durante 16 dias a expedição, que conta com mais de meia centena de participantes, terá como missão sempre sob o mote “fazer turismo, fazendo conhecer e crescer Angola”.

 

Nesta edição o Raid Cacimbo conhecerá um novo percurso, com a inauguração da rota bico de Angola – Boa Fé – Binorio – Jamba –  Bobuata. O trajecto, que pode ser feito no sentido inverso, está repleto de paisagens, lugares históricos e reservas naturais, como a maior concentração de búfalos de África, que fica localizada no Parque de Luengue Luiana. Passa também pelas antigas instalações da UNITA e o famoso Rio Cuando.

A mais antiga expedição de turismo-aventura de Angola, desde 2017 com a organização Social Team Angola, tem vindo a «inovar dentro do espírito dos “Cacimbados”, um espírito de aventura e descoberta característicos do Raid Cacimbo», refere Ricardo Fernandes, membro da organização. «O nosso objectivo é mostrar ao mundo que é Angola, com os seus rios, que alimenta o grande Delta do Okavango. Queremos também dar a conhecer um conjunto de maravilhas naturais Angolanas ainda por descobrir. Para este ano a expectativa do percurso é grande, temos um enorme sentimento de orgulho uma vez que o Raid Cacimbo foi escolhido para fazer parte da história do turismo nacional, com a inauguração desta primeira rota turística. Estamos a ganhar cada vez maior visibilidade, mas a nossa missão continua a mesma, promover Angola enquanto destino turístico de eleição além-fronteiras, num contexto de turismo sustentável», conclui.

Angelo Ambriz, gestor de marca Cuca, a patrocinadora principal do Raid Cacimbo, realça que «a marca Cuca tem um grande compromisso com a história e a cultura nacional, e este projecto permite dar a conhecer o mais nobre que a natureza angolana oferece. É nossa responsabilidade ajudar a promover o turismo, o que de melhor Angola tem e faz. A Cuca faz parte do cartão postal de Angola e com este apoio queremos ajudar a levar as outras pessoas descobrir as maravilhas do nosso país.»

Este ano, à cerveja Cuca, uma das marcas mais antigas de Angola e que abraçou este desafio em 2017, junta-se o Banco BIC, um banco nacional com ligações internacionais e por isso um patrocinador estratégico neste desafio.

O Raid Cacimbo conta com mais de 20 anos de história, ao longo dos quais foram exploradas as 18 Províncias de Angola e quatro países africanos, percorridos milhares de quilómetros por vias principais, secundárias e terciárias, de encontro a comunidades em lugares esquecidos no tempo e as mais belas e inusitadas paisagens africanas.

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *