Fórmula 1 em 10 pontos: Max Verstappen bate as Mercedes e vence o GP de celebração dos 70 anos de F1

Fórmula 1 em 10 pontos: Max Verstappen bate as Mercedes e vence o GP de celebração dos 70 anos de F1

- EmAutomobilismo, Formula 1
0

Max Verstappen foi o grande vencedor do Grande Prémio de celebração dos 70 anos de Fórmula 1, tornando-se no primeiro vencedor este ano que não seja uma Mercedes. Com uma estratégia brilhante e uma condução perfeita, Max Verstappen levou a sua RedBull ao lugar mais alto do pódio pela primeira vez este ano.

Hoje a corrida foi tão boa, que não tivemos como resumir uma corrida como esta (uma verdadeira corrida de F1) em apenas 10 pontos.

1. Volta 1: Grande arranque de todos os pilotos da frente, especialmente para Stroll, Verstappen assumiu logo a terceira posição. Nenhum incidente de realce com a excepção do despiste de Vettel. Top 10 comporsto por Bottas, Hamilton, Verstappen, Hulkenberg, Stroll, Ricciardo, Gasly, Norris, Albon e Leclerc.

2. Volta 7: Alex Albon é o primeiro a entrar para as boxes, muito cedo, e coloca pneus duros. Leclerc passa para 9º e Sainz entra para o Top 10.

3. Volta 13: Os três pilotos da frente estão separados por menos de 3 segundos. Verstappen à caça dos dois Mercedes que estavam a sofrer com os seus pneus. Bottas acabou por entrar para as boxes no final da volta.

4. Volta 15: Hamilton entra para as boxes e sai em 6° lugar, atrás de Bottas e LeClerc, enquanto Albon faz uma ultrapassagem fantástica à Kimi por fora e no limite. Top 10: Verstappen, Stroll, Bottas, Hamilton, Leclerc, Sainz, Hulkenberg, Ocon, Kvyat, Ricciardo.

5. Volta 20: LeClerc aplica uma ultrapassagem brilhante à Norris enquanto Verstappen, mais rápido, distancia-se das duas Mercedes. Top 10: Verstappen, Bottas, Hamilton, Sainz, Hulkenberg, Stroll, Ocon, Ricciardo, Vettel, Leclerc.

6. Volta 25: Verstappen continua a estampar autoridade com 17 segundos de diferença em relação ao segundo lugar e 21 segundos em relação ao terceiro lugar, sendo à par de Kimi, os únicos a não entrarem ainda para as boxes. Top 10: Verstappen, Bottas, Hamilton, Hulk, Stroll, Ricciardo, Leclerc, Norris, Albon e Ocon.

7. Volta 27: Verstappen finalmente entra para as boxes mas devido a um ligeiro atraso, sai logo atrás de Bottas. O holandês não esperou e atacou logo o seu adversário com uma ultrapassagem por fora, assumiu a liderança e começa logo a desaparecer do campo de visão de Bottas. Top 10: Verstappen, Bottas, Hamilton, Hulkenberg, Stroll, Leclerc, Norris, Albon, Ocon e Kvyat.

8. Volta 33: Verstappen e Bottas entram ao mesmo tempo para as boxes, e saem ambos com pneus Duros. Top 10: Hamilton, Verstappen, Bottas, Leclerc, Hulkenberg, Stroll, Kvyat, Ocon, Sainz e Vettel.

9. Volta 42: Lewis Hamilton finalmente entra para as boxes para pneus mais frescos, e sai na quarta posição atrás de LeClerc, enquanto Alex Albon faz a volta mais rápida. Top 10: Verstappen, Bottas, Leclerc, Hamilton, Hulkenberg, Stroll, Albon, Ocon, Norris e Kvyat.

10. Volta 44: Hamilton com pneus mais frescos em relação aos outros, com o carro leve e pronto para o ataque, começa a fazer voltas cada vez mais rápidas, incluindo a volta mais rápida. Despachou LeClerc na volta seguinte e assumiu a terceira posição, enquanto Hulkenberg entra para as boxes para trocar por pneus macios. Top 10: Verstappen, Bottas, Hamilton, Leclerc, Stroll, Albon, Hulkenberg, Ocon, Norris e Kvyat.

11. Volta 48: Hamilton fica a 1 segundo de Bottas, pronto para atacar e a Mercedes autoriza ambos os pilotos a lutarem, desde que mantenham a luta limpa. Top 10: Verstappen, Bottas, Hamilton, Leclerc, Stroll, Albon, Hulkenberg, Ocon, Norris e Kvyat.

12. Volta 50: Hamilton, endiabrado, ataca Bottas de todas as formas possíveis e não dá hipóteses nenhuma a Bottas, ultrapassando-o e desaparecendo do seu horizonte com a segunda posição. O piloto inglês ficou a 8 segundos de Verstappen a faltarem 2 voltas para o final da corrida, enquanto mais atrás, Albon passa Stroll por fora, um movimento que aplicou pelo menos 3 vezes durante a corrida. Top 10: Verstappen, Hamilton, Bottas, Leclerc, Albon, Stroll, Hulkenberg, Ocon, Norris, Kvyat.

13. Volta 52: Verstappen, relaxado, ainda sugere ao seu engenheiro para não se esquecer de hidratar-se e por ter as mãos húmidas, deveria aplicar desinfectante, enquanto vencia a corrida de celebração dos 70 anos de F1, com Hamilton em segundo lugar e Bottas em terceiro lugar para completar o pódio.

Classificação final:

Meu piloto do dia: Max Verstappen

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.