Angola não consegue a classificação diante do Japão e irá disputar a President’s Cup

Angola não consegue a classificação diante do Japão e irá disputar a President’s Cup

- EmAndebol, Destaque
0

A selecção nacional sénior masculina de andebol foi derrotada pelo Japão, por 30-29, na terceira jornada do Grupo C do 27º Campeonato Mundial de Andebol Masculino da IHF, que decorre no Egipto.

O Japão dominou o primeiro período com um resultado de 16:12 de vantagem sobre Angola, nuns primeiros 30 minutos tensos e de muita acção.

No segundo período, os Samurai Warriors chegaram a abrir uma vantagem de 5 golos (25-20), no entanto, os Palancas Negras conseguiram recuperar, chegando mesmo a estar à frente do marcador (27-28). Uma falta de Edvaldo Ferreira que lhe custou uma suspensão de 2 minutos à 5 minutos do fim do jogo, foi crucial para o desfecho do jogo. O Japão conseguiu voltar à liderança e segurar o resultado até o apito final.

Com esta derrota, Angola ficou no último lugar do Grupo C e irá agora disputar a President’s Cup que serve de classificação do 25º ao 32º lugar da competição. Tunísia, Cabo Verde e RD Congo serão os adversários da segunda fase da competição, que terá início já amanhã, dia 21.

O treinador angolano Nelson Damião Catito felicitou o Japão depois de ter passado à fase seguinte. “Foi um jogo competitivo até ao seu fim. O Japão fez bom uso da suspensão de dois minutos para os nossos jogadores e eles conseguiram obter a vitória”, disse o treinador angolano.

Angola enfrenta primeiro a República Democrática do Congo, no Dr Hassam Moustafa Indoor Sport Complex, às 18h00. O segundo jogo seria contra Cabo Verde, no dia 23 de Janeiro, mas a selecção cabo-verdiana abandonou o torneio por ter 9 jogadores infectados com Covid-19, dos 11 disponíveis, e, dois dias depois, enfrentará a Tunísia, quando forem 18h00 em Luanda.

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.