Alexia Dizeko e Sara Caetano entre as principais promessas do basquetebol feminino africano

Alexia Dizeko e Sara Caetano entre as principais promessas do basquetebol feminino africano

- EmAfroBasket, Basquetebol
0
Alexia Dizeko (esquerda) e Sara Caetano (direita)

Descrever a nova geração e as futuras estrelas do basquetebol feminino africano como apenas talentosas é um eufemismo. São talentosas, dotadas e – a julgar pelas suas recentes exibições em competições da FIBA África – são diferentes e representam uma bênção para as suas respectivas selecções nacionais.

Com uma faixa etária que varia entre os 17 e os 23 anos, representaram os seus países a nível internacional pelo menos uma vez e, na maioria dos casos, os olheiros internacionais, as universidades americanas e os clubes europeus não perderam tempo a dar-lhes uma oportunidade de uma vida inteira.

A FIBA definiu uma lista de 12 atletas, classificando-as como as futuras estrelas do basquetebol feminino africano. De entre elas constam Alexia Dizeko e Sara Caetano.

Para alguns, Sara Caetano (17 anos) é um dos melhores talentos proveniente da terra da Palanca Negra dos últimos anos. Melhor marcadora do FIBA Afrobasket Sub-16 com uns impressionantes 31.0 pontos por jogo, foi nomeada Jogadora Mais Valiosa do Basketball Without Borders do ano passado, em Dakar.

Uma das razões pelas quais Angola conquistou o terceiro lugar no FIBA Afrobasket Sub-18 de 2018 foi a habilidade de Alexia Dizeko em marcar pontos. Rápida e agressiva ao atacar o cesto, a jovem de 19 anos contribuiu com 13 pontos por jogo nesse torneio, e não foi surpresa para ninguém o facto de ela fazer parte do 5 ideal do torneio.

E, claro, a selecção principal angolana convocou-a para o FIBA AfroBasket do ano passado.

Fonte: FIBA

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.