Utah Jazz surpreende. Tem 11 vitórias consecutivas e melhor recorde da NBA

Utah Jazz surpreende. Tem 11 vitórias consecutivas e melhor recorde da NBA

- EmNBA
0

O Utah Jazz esta a surpreender meio mundo…. A equipe de Utah ganhou 11 jogos consecutivos, após ter vencido os Dallas Mavericks por 120-101, na última partida disputada no dia 29/01.

Mas, para quem acha que são vitórias “sofridas”, está enganado, durante esta saga de vitórias, a equipe convenceu. Mesmo sem a sua estrela, Donovan Mitchell, ausente há dois jogos, os Utah Jazz aplicaram uma defesa impressionante, permitindo apenas 12 pontos no primeiro quarto para a equipe de Dallas, terminando o primeiro quarto de jogo com uma vantagem de 23 pontos. Para se ter uma ideia do poder de fogo dos Jazz, foi a nona vez que a equipe venceu por diferenças de 2 dígitos (10 pontos ou mais)

Pontos-chave para o actual sucesso dos Utah Jazz

  • Os Jazz têm o melhor diferencial de pontos (+8,3) e são a única equipe actualmente no top 5 de eficiência tanto ofensiva como defensiva.
  • O jogo exterior tem sido letal! Os lançadores dos Utah Jazz estão confiantes e até agora conseguiram acertar 20 (ou mais) lançamentos da linha dos 3 pontos pela sétima vez.
  • Aumento da frequência de lançamento à longa distância: 47,7% das suas tentativas de lançamento vêm da linha dos 3. O aproveitamento é acima da média: 39,8% da linha dos 3 pontos, a segunda melhor percentagem de três pontos na NBA.

Mike Conley de volta à boa forma

Em 2019 os Utah Jazz concederam duas escolhas do Draft para conseguir receber Mike Conley. Era esperado que  Conley guia-se a nova estrela da companhia, Donovan Mitchell,  mas as lesões não deixaram que isso acontecesse.

Neste início de temporada. Conley tem sido bastante sólido. 54,7% dos lançamentos de campo de Conley vêm da linha dos 3 pontos, em comparação com 45,1% da época passada. A eficácia de Conley na linha dos 3 pontos também subiu, de 37,5% para 41,8%.

Conley tem um “plus/minus” de +20,5 que o melhor registo da equipa (uma métrica que mostra o impacto de cada jogador enquanto está em campo, somam-se os pontos marcados pela equipe e subtraem-se os pontos sofridos).

O banco de Utah

Para temporadas longas ter apenas 5 jogadores regulares não é uma estratégia ideal, várias equipes já caíram neste erro. Derrick Favors tem sido uma peça importante para garantir a estabilidade da posição 5 sempre que Gobert tem de sair.  Jordan Clarkson está a atingir a média de pontos mais alta da sua carreira e está a fazê-lo com a melhor eficiência.  Joe Ingles era titular, mas esta época vem do banco e tem causado problemas às segundas linhas das outras equipes. Uma estratégia interessante do treinador Quin Snyder.

As outras equipes estão atentas e decerto que estão a analisar diariamente como parar os Jazz. os próximos 15 jogos definirão o quão sério são os Jazz para se tornarem na potência do Oeste.

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.