Quatro selecções foram desqualificadas da Taça COSAFA Sub-17 de 2020

Quatro selecções foram desqualificadas da Taça COSAFA Sub-17 de 2020

- EmCOSAFA, Destaque, Futebol
0
@Erickson Neto

Mais um dia triste para o futebol africano, como se já não tivesse debaixo de fogo por todas as suspeitas de fraudes e esquemas, vem mais este caso abalar com tudo. As selecções do Botswana, Ilhas Comores, Eswatini e Zimbábue foram desqualificadas da Taça COSAFA Sub-17 Masculino de 2020 por adulterarem a idade de alguns dos seus jogadores.

As quatro seleções tiveram pelo menos um jogador reprovado nos exames de ressonância magnética (MRI) que foram realizados no país anfitrião antes do início da competição.

A decisão para a desqualificação das 4 selecções foi tomada nesta sexta-feira pelo Comitê de Competições Juvenis da Confederação Africana de Futebol (CAF), que não teve outra solução a não ser seguir o que os regulamentos dizem.

Os regulamentos do torneio são muito claros neste caso:

8.5 Um teste de elegibilidade de idade será obrigatório e será realizado em todos os jogadores participantes na chegada à cidade anfitriã. O teste será realizado pelos Serviços Médicos da CAF em conformidade com o protocolo da F-Marc numa instalação de saúde devidamente acreditada no país anfitrião, utilizando um aparelho de ressonância magnética. O custo do teste de ressonância magnética será coberto pela CAF.

8.6 No caso de uma equipa participante ter um ou mais jogadores que não passem no teste de ressonância magnética para elegibilidade, então a equipa aplicável será desqualificada e terá de regressar a casa assim que for praticamente possível.

Os exames de MRI são utilizados em todo o mundo para determinar se os jogadores são elegíveis para competições Sub-17, em particular. Os médicos procuram fusões ósseas no pulso humano, que são altamente improváveis de ocorrer antes dos 17 anos de idade, com uma taxa de precisão superior a 99%. Se o osso fundido puder ser visto nas ressonâncias magnéticas, então é prova de que o jogador tem mais de 17 anos de idade.

Esta notícia cai que nem uma bomba e obriga a organização a alterar o formato da competição.

O torneio será reiniciado neste domingo e será disputado como um torneio de quatro selecções em um sistema de todos contra todos, onde as duas melhores selecções avançarão para a final que será disputada no dia 29 de Novembro.

As partidas que já foram disputadas até ao momento serão consideradas como jogos de preparação e não terão qualquer influência sobre o novo formato do torneio.

Angola enfrentará a Zâmbia às 11h30 e a anfitriã África do Sul começará a sua campanha contra o Malawi às 14h30.

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.