Os 15 Minutos de Fama do Toy

Os 15 Minutos de Fama do Toy

- EmBasquetebol
0

Quando assistimos a um jogo de basquetebol normalmente prestamos atenção aos jogadores que estão em campo, às orientações dos treinadores, às decisões dos árbitros ou até mesmo às moças que animam o público durante as paragens. Mas em Angola existe algo a mais, em Angola existe o Toy.

António Lourenço Van-Dúnem, de 36 anos de idade (23 de Dezembro de 1981), é funcionário do Clube Desportivo 1º de Agosto e tem a tarefa de manter o piso do Codemn sempre seco no decorrer dos jogos. Toy, como é mais conhecido, é o limpa-chão mais famoso de África e recentemente tornou-se no mais falado no mundo todo, ao chamar a atenção das câmeras durante a fase de qualificação para o Campeonato do Mundo da FIBA que decorreu em Luanda.

Toy desempenha a sua tarefa de forma eloquente e apaixonante, e as gracinhas que ele faz no desempenho das suas funções foram destaque nas principais páginas de basquetebol, nas redes sociais, como por exemplo a FIBA, FIBA World Cup, Bleach Report, ESPN, ou até mesmo de individualidades como Kevin Garnett.

Os vídeos do nosso Mop Boy (como são chamados nos EUA) estão a circular o mundo e na segunda-feira foi tema de debate no programa “The Starters” da NBA TV. O assunto chegou à mesa porque no dia 10 de Dezembro, no jogo entre os Sacramento Kings e os Toronto Raptors, um mop boy decidiu fazer acrobacias antes de cumprir com a sua missão na quadra. Rapidamente os comentadores da NBA TV ligaram esta atitude ao nosso Toy, que agora é mundialmente famoso. Dos três comentadores presentes no estúdio, um reprovou este comportamento por parte dos homens que limpam o chão da quadra, afirmando que deviam cingir-se apenas naquela que é a sua tarefa: limpar o chão. Já os restantes ficaram maravilhados com a dedicação e entusiasmo com que Toy, em particular, executa o seu trabalho e não vêm nada de mal na forma como ele trabalha.

Toy já desempenha a sua função há mais de 10 anos, sempre teve o reconhecimento a nível nacional mas só agora ganhou a atenção do mundo. Nunca foi pelo dinheiro ou pela fama, sempre foi pelo amor ao trabalho e ao desporto. Um bem haja ao Toy e que continue a nos animar nas quadras do basquetebol.

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *