O calendário louco de Fernando Alonso para a temporada 2018

O calendário louco de Fernando Alonso para a temporada 2018

- EmDestaque, Formula 1
0

Este fim-de-semana arranca mais uma temporada da Formula 1, para muitos pilotos será mais uma temporada em que tentarão lutar pelo título ou por uma boa posição na classificação mas para Fernando Alonso, inicia-se uma temporada de loucos.

Para quem não sabe, em 2018, para além da Formula 1, Alonso participará nas 24h de Le Mans e no World Endurance Championship (WEC) ao volante de um Toyota. Serão um total de 26 corridas durante a temporada 2018.

Quando o anúncio foi feito, no final do mês de Janeiro, decidiu-se que o espanhol não participaria da etapa de Fuji (Japão), pois, a data coincidia com o GP dos Estados Unidos de F1. Uma vez que a sua prioridade é o seu compromisso com a McLaren F1, foi acordado que Alonso participaria de todas as etapas do WEC pela Toyota que não coincidissem a F1.

Tendo a noção de que Fernando Alonso é uma figura muito querida no Japão, o chefe da WEC, Gerard Neveu, solicitou à FIA o adiantamento da etapa de Fuji em uma semana, só para que o espanhol pudesse participar do mesmo. O pedido foi aceite e a corrida decorrerá no dia 14 de Outubro, uma semana antes do GP dos Estados Unidos de F1. Neveu diz que era impossível pensar na possibilidade de ir ao Japão sem ter o espanhol defendendo a Toyota, dona do circuito de Fuji.

Foto: Divulgação / FIA WEC

Contudo, isso criou um conflito de datas com a Petit Le Mans, a prova final da IMSA, que terá a participação de alguns pilotos do WEC. Olivier Pla, piloto da Ford na classe GT, expressou a sua insatisfação com a decisão, acusando o WEC de “não ter consideração e respeito” aos pilotos que estavam programados para competir na Petit Le Mans.

“Queríamos proteger o interesse do campeonato, e é isso que temos que levar em consideração primeiro. Como você pode imaginar ter Alonso em seu paddock, correndo pela Toyota, e dizer que iríamos ao Japão sem ele?” – defendeu-se Gerard Neveu. “Fernando quer lutar pelo campeonato, ele não pode perder uma corrida. Era lógico. Não havia dúvidas em ter ou não Alonso no Japão. Eles tiveram Alonso em Daytona, então eles têm uma boa estimativa do valor que um piloto como ele traz ao paddock.”

O director executivo da McLaren, Zak Brown minimizou os comentários de que o cronograma duplo de Fernando Alonso para 2018 venha a provocar distrações no espanhol e atrapalhar seu rendimento na F1. “De forma alguma. Eu fico pensando: o que ele estaria fazendo nesses fins de semana caso contrário? Ele não estaria testando um carro de F1, ele não estaria em nosso simulador”, explicou, em entrevista à revista americana Racer.

“Temos tudo o que precisamos dele na F1, então nestes fins de semana ele poderia correr de kart, jogar golfe ou fazer seja lá o que ele queira fazer. Então, ele simplesmente estará em um Toyota no WEC.”

A temporada do espanhol começará com os primeiros quatro GP da Fórmula 1 na Austrália, Bahrain, China e Azerbeijão, antes de fazer a sua estreia na WEC em Spa (Bélgica) no dia 05 de maio. O piloto enfrentará longas horas a bordo de aviões, principalmente nos três finais de semana que encerram o ano, incluindo o GP do Brasil, a corrida da WEC na China e o fim da temporada da F1 em Abu Dhabi. Veja aqui o seu calendário completo de 2018:

Fonte: F1 Mania / Motorsport

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *