MINJUD apresenta plano para a retoma da actividade desportiva em Angola

MINJUD apresenta plano para a retoma da actividade desportiva em Angola

- EmDestaque, Diversos
0
@Desporto É Vida
Dr. João Mulima, Director Nacional do Centro de Medicina Desportiva

O Ministério da Juventude e Desportos (MINJUD) anunciou em conferência de imprensa, nesta segunda-feira, 19 de outubro, em Luanda, os procedimentos a seguir pelos clubes para a retoma das competições desportivas e para a realização dos testes da Covid-19, durante a retoma das competições nacionais neste período de pandemia.

O evento teve lugar na Galeria dos Desportos, em Luanda, e contou com o Dr. João Mulima, Director Nacional do Centro de Medicina Desportiva como moderador. Foi também feita a apresentação pública do regulamento desportivo para as competições durante o período de pandemia.

Desta forma, a classe desportiva ficou a saber sobre a quem caberá a responsabilidade de custear os referidos testes, bem como, as restantes regras de biossegurança em cumprimento durante as competições.

Estão autorizadas a competir as modalidades de futebol, futsal, hóquei em patins, voleibol, basquetebol e andebol (risco moderado). Xadrez, atletismo, ciclismo, desporto motorizado, ginástica, golfe, natação, vela, canoagem, ténis de campo, ténis de mesa, pesca, esgrima e tiro (risco baixo). As modalidades de luta e combate, como o jiu-jitsu, boxe, karaté e taekwondo, não estão autorizadas por  envolver elevado contacto físico.

O ministério deu a conhecer que cabe aos clubes e as entidades organizadoras (federações, associações) a responsabilidade da realização dos testes da Covid-19 bem como das medidas de biossegurança necessárias para a prática desportiva, sem que o governo faça uma comparticipação.

A comunicação social também terá que criar as suas condições caso queira fazer cobertura dos mais diversos eventos, devendo os órgãos ser autorizados pelo ministério, nota-se ainda que nem todos terão acesso e os que tiverem serão obrigados a partilhar o sinal com os demais.

Segundo o Decreto, a retoma deverá ser progressiva e faseada, devendo pra isso primeiramente regressar as modalidades de menor risco e só depois as de maior. Definiu-se também que os testes deverão ser feitos duas vezes por semana, em modalidades que competem semanalmente, sendo que o primeiro será feito no princípio da semana e o outro 72 horas antes das actividades desportivas, e um teste por semana para as competições em treinamento.

O referido diploma já está em vigor, mas os visados não são obrigados a começar já as suas actividades, devendo para tal ter todas as condições criadas, tirando as modalidades de luta e o desporto de formação que só deverão retomar em 2021.

 

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.