Girabola Zap: Sorteio foi realizado hoje na sede da FAF

Girabola Zap: Sorteio foi realizado hoje na sede da FAF

- EmGirabola Zap
0
A Federação Angolana de Futebol (FAF) realizou hoje, na Sala de Conferências da sua Sede Social, o sorteio do Campeonato Nacional de Futebol “Girabola ZAP 2019/2020”. O evento presidido pelo Secretário Geral da FAF, teve ainda na mesa de presídio, o Presidente do Conselho Técnico Desportivo e o Presidente do Conselho de Árbitros. Participaram para além de dirigentes das associações provinciais de futebol, e funcionários da FAF, representantes de clubes e membros da imprensa nacional.
Na jornada inaugural, o campeão nacional irá ao Sambila enfrentar o Progresso do Sambizanga, o Petro de Luanda viaja até a Huíla para defrontar o Sport Lubango e Benfica enquanto que o Clube Desportivo da Huíla recebe os Bravos do Maquis. O clássico nacional, também conhecido como “O Trumunu” acontecerá na 11ª jornada, Militares e Petrolíferos irão medir forças mais uma vez.
Veja como ficou a 1ª jornada do Girabola Zap 2019/20:
Antes do sorteio, o Conselho Técnico Desportivo realçou alguns elementos do “Regulamento de Base Nacional Para Licenciamento de Clubes”, nomeadamente, os cinco critérios: critérios Desportivos, critério de Infraestrutura, critérios Administrativos, critérios Jurídicos e critério Financeiros.
Relativamente ao critério desportivo, o Presidente do CTD, Jeremias Simão, lembrou aos clubes que:
  1. No acto da Inscrição dos Atletas para época 2019/2020, os clubes deverão apresentar, para além da lista da equipa sénior, duas listas de equipas de categorias de formação (por exemplo: Juniores e Juvenis).
  2. Todos os jogadores das categorias de formação devem estar inscritos na FAF.
  3. No processo que será submetido à FAF para autorização dos campos de jogos oficiais, deverá constar o contrato celebrado entre o clube e o proprietário do(s) estádio(s). Também deverá constar do processo, a apólice de seguro do estádio.
  4. O clube deverá apresentar dentre outros, a lista do Corpo Gerente actualizada, as assinaturas vinculativas do Corpo Gerente e Relatório e Contas aprovado por uma auditoria autorizada.

Já em relação ao critério administrativo, foi realçado que os clubes devem ter ao seu serviço, um treinador principal habilitado com a qualificação Nível C, no mínimo e também um especialista responsável pela segurança.

Na sua intervenção, o Presidente do Conselho apresentou aos presentes, desculpas em nome do Conselho, pelos erros ocorridos durante a época 2018/2019, e manifestou a garantia de total empenho para que tais erros não se repitam em 2019/2020. Anunciou também que na época 2019/2020, os árbitros serão munidos de equipamento de comunicação, que permitirá o melhoramento da interacção entre si, durante os jogos, garantindo melhor serviço dos árbitros. Apelou ainda aos clubes, que se unam à Federação no combate à corrupção e outros desvios que podem ferir a verdade desportiva.

 

Fonte: FAF

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.