Carlos Morais e Eduardo Mingas entre os 10 melhores jogadores africanos da última década

Carlos Morais e Eduardo Mingas entre os 10 melhores jogadores africanos da última década

- EmBasquetebol
0

A equipa editorial da FIBA África escolheu os dez melhores jogadores a brilharem ao longo dos últimos dez anos no basquetebol africano. Estes jogadores foram seleccionados com base no seu impacto nas participações do clube e/ou equipas nacionais nas competições da FIBA, que decorreram entre 2010 e 2020.

É preciso realçar que não foi uma tarefa fácil escolher dez jogadores de uma lista de 55 jogadores africanos que poderiam facilmente fazer parte deste grupo em particular. Desta lista restrita e privilegiada, fazem parte Carlos Morais e Eduardo Mingas.

Podemos realmente falar sobre o basquetebol angolano nos últimos anos sem mencionar Morais? Provavelmente não. Jogador mais valioso da FIBA AfroBasket 2013, o extremo base de de 1,92 foi fundamental para a sua selecção nacional durante a última década.

Mas, talvez um dos destaques da sua carreira com os “Palancas Negras” tenha acontecido durante uma vitória obrigatória nos quartos de finais da FIBA AfroBasket 2011 contra os Camarões, em Madagáscar, quando converteu friamente todos os seus seis lançamentos livres no prolongamento, o que ajudou os angolanos numa vitória de 84-83.

Um poste com uma altura abaixo do comum mas com um coração de guerreiro, é isso que Mingas tem sido ao longo da última década. Com 1,99m, Mingas, quatro vezes campeão do FIBA AfroBasket, testemunhou o sucesso de Angola, bem como o seu declínio.

Nomeado Jogador Mais Valioso da Taça dos Campeões da FIBA África 2014, depois de ajudar o Recreativo do Libolo ao seu primeiro troféu continental, Mingas, que participou em cinco Campeonatos do Mundo de Basquetebol da FIBA, tem sido fundamental para os angolanos.

Ainda em 2019, aos 40 anos de idade, Mingas levou o Primeiro D’Agosto ao lugar mais alto do pódio da Liga Africana de Basquetebol da FIBA, e adivinhe? Foi nomeado MVP do torneio.

Os outros nomes que constam desta lista são: Souleyman Diabate (Costa do Marfim), Al Farouq Aminu (Nigéria), Ike Diogu (Nigéria), Salah Mejri (Tunísia), Abdelali Lahrichi (Marrocos), Chamberlain Oguchi (Nigéria), Gorgui Dieng (Senegal) e Makram Ben Romdhane (Tunísia).

 

Fonte: FIBA

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.