Bruno Fernando jogará pelos Cleveland? Veja como funciona o Draft da NBA

Bruno Fernando jogará pelos Cleveland? Veja como funciona o Draft da NBA

- EmNBA, NCAA
2

No início de cada época, a NBA dá a chance dos clubes escolherem quem são os jogadores que necessitam, para reforçarem as equipes e inserirem sangue novo na liga. Os jogadores não escolhem os clubes por que vão jogar, as equipas é que, por sorteio, ficam com essa missão, escolher 2 jogadores novos em cada ano.

Regras importantes para o Draft

Em 2005 a NBA estabeleceu uma idade mínima de entrada inicial de 19 anos. Os jogadores Norte Americanos deverão ainda frequentar pelo menos 1 ano na Universidade.

Desde 2016, os jogadores na Liga Universitária (NCAA) podem participar das provas para o Draft da NBA, treinando com as potenciais equipes antes de decidir se querem permanecer no Draft. Nesta altura são também aceites jogadores de outros campeonatos a nível mundial, desde que os olheiros indiquem e os clubes reconheçam o potencial. Por exemplo, Luka Doncic é um alvo para o Top 5 do Draft da NBA em 2018.

Se os jogadores das Universidades notarem que não têm muitas chances de entrar para a NBA, poderão voltar para a Universidade, isso cumprindo um prazo acordado pela NBA/NCAA.

No ano passado 182 jogadores declararam que queriam participar no Draft da NBA. São apenas 60 lugares, onde os jogadores são escolhidos em 2 rondas. As equipes com os piores registos na temporada, têm a chance de escolher os melhores talentos. Por isso nos últimos anos equipes como Sixers e Cavaliers (quando Lebron James foi para os Miami Heat) tiveram várias escolhas no Top 3 do Draft.

Mas, por que decidimos explicar isso agora?

Tem circulado uma notícia que Bruno Fernando, o Poste/Extremo da Universidade de Maryland, será “colega de Lebron James nos Cavaliers“. A nossa equipe tem acompanhado a trajectória de Bruno (e outros angolanos em instituições Americanas) e é preciso deixar de perpetuar algumas informações “menos correctas”.

a) Bruno Fernando está na NCAA

O jogador angolano, de 19 anos, está a jogar pela Universidade de Maryland (Conferência Big Ten da NCAA, a liga Universitária). Bruno precisará de convencer os olheiros e responsáveis das principais equipas da NBA, que está pronto para o Draft, no final desta época universitária, caso o jogador angolano queira abandonar no final do ano, o basquetebol Universitário e tentar a sorte na NBA. Caso contrário ele pode ficar mais dois anos na Universidade e tentar entrar para a NBA quando se sentir mais confortável.

b) Bruno Fernando tem a 26ª posição garantida?

Não. As posições no draft são definidas pelos olheiros da NBA, da NCAA e pelos olheiros internacionais. Neste momento cada olheiro faz as suas projecções. Um dos sites mais conhecidos por fazer projecções do Draft da NBA é o nbadraft.net . Se for conhecedor de Basquetebol de formação americano e não só, pode passar pelo site e propor os seus 60 atletas.

c) Bruno Fernando jogará nos Cavaliers?

No “Mock Draft” (a simulação) que está a circular, tiveram em conta o desempenho actual dos Cavaliers, por isso ficou marcado como 26ª posição para os Cavaliers. No entanto, há uma loteria para o Draft, em geral os lugares acima de 25, ficam com as 5 melhores equipes da liga, não há como definir agora em que clube ele jogará.

Para Bruno, o mais importante é ser seleccionado no Top 20, pois poderá calhar numa equipe em que terá a chance de jogar mais tempo e conseguir contratos melhores.

Por exemplo, neste momento, Bruno está no lugar 24 no Mock Draft (neste específico, há outros mock drafts), mostrando que está a subir na consideração dos olheiros do “Draft.net” (que, lembramos, não é responsável pelas escolhas finais no Draft)

Bruno Fernando Draft

Como ajudar Bruno?

Partilhe os melhores momentos de Bruno Fernando na NCAA. Siga o seu perfil nas redes sociais e promova ao máximo as boas acções do angolano. Isso fará com que, de certo modo, os olheiros tenham noção do impacto de Bruno Fernando nos Maryland Terrapins.

Faltam 193 dias para o Draft 2018, então, é preciso ter calma e deixar o Bruno Fernando fazer o seu trabalho em Maryland. Quanto mais distante a equipe de Maryland for nessa época, mais olheiros terão boas referências do nosso jogador e as suas chances de entrar para a NBA serão bem maiores.

Mais detalhes sobre o Draft da NBA podem ser encontrados nas fontes [1], [2], [3]

Comentários do Facebook

2 Comments

  1. Acho que Bruno Fernando tem muito potencial, para fazer parte dos seleccionados para almejada, e que todos angolanos estamos ansiosos.

  2. o nosso Bruno pelo potencial que tem, é sem duvida draft 2018/2019 fará parte dos selecionados. o Mundo em particular os Angolanos estarão de parabéns

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *