Sílvio de Sousa acusado de agressão grave

Sílvio de Sousa acusado de agressão grave

- EmBasquetebol, NCAA
0

Quase duas semanas após ter anunciado que já não faria parte do programa de basquetebol da Kansas University para “concentrar-se em assuntos da sua vida pessoal”, Sílvio de Sousa voltou a ser notícia ao ser acusado de agressão grave, de acordo a várias fontes noticiosas.

O extremo angolano de 22 anos, alegadamente agrediu outro homem no dia 1 de Janeiro de 2020. A queixa criminal alega que ele “ilegalmente, de forma criminosa e imprudente, causou grandes danos corporais ou desfiguração”. O incidente ocorreu no 1100 Massachusetts Street, que é a localização de um popular distrito de bares em Lawrence, de acordo com o Lawrence Journal-World.

Este é considerado um crime de nível 5 (médio) no Kansas, entretanto, os registos da prisão do Condado de Douglas não indicam que Sílvio tenha sido detido na sequência do incidente.

Contudo, o treinador dos Kansas Jayhawks, Bill Self, reconheceu na quarta-feira que estava ciente das acusações pendentes contra Sílvio de Sousa, que foram o factor predominante na sua decisão de não participar da época 2020/21 de basquetebol universitário .

“No início deste Outono, Sílvio disse-me que tinha sido contactado pelas autoridades locais relativamente ao seu alegado envolvimento num incidente na véspera de Ano Novo”, disse Self numa declaração ao 41 Action News. “Ele não tinha conhecimento dos detalhes desse incidente até há algumas semanas atrás, que depois partilhou comigo. Estas alegações foram surpreendentes para Sílvio, tal como o foram para nós. Uma vez discutidos os pormenores, ele decidiu que era do seu interesse optar pela não participação e concentrar-se neste assunto. Concordámos mutuamente que essa era a melhor linha de acção”.

Questionado sobre a demora na investigação, Patrick Compton, Porta-voz do Departamento de Polícia de Lawrence, disse que não foi tratado de forma diferente de qualquer outra investigação. Em qualquer caso, há várias testemunhas para entrevistar e imagens de videovigilância para recolher e rever. Esses factores, agravados pelas limitações pandémicas do Coronavírus, contribuíram para a demora da investigação.

Sílvio deve comparecer no tribunal no dia 17 de Dezembro, de acordo com uma citação emitida após as acusações terem sido apresentadas na segunda-feira à tarde no Tribunal Distrital do Condado de Douglas.

Fonte: kshb

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.