Artur Almeida e Silva é reeleito Presidente da Federação Angolana de Futebol

Artur Almeida e Silva é reeleito Presidente da Federação Angolana de Futebol

- EmDestaque, Futebol
0

Artur Almeida e Silva foi hoje reeleito presidente da Federação Angolana de Futebol, depois de ter vencido a eleição realizada em todo o território nacional.

O candidato da Lista B, arrecadou um total de 70 votos, e acabou à frente de Nando Jordão (59 votos), Tony Estraga (28 votos) e José Makaia (8 votos).

Veja abaixo as províncias onde cada um dos candidatos venceu:

O presidente da FAF falou aos órgãos de comunicação social após a sua vitória, e afirmou que “vence o futebol nacional“. A maior aposta no segundo mandato será continuar a modernizar a FAF e prestar maior atenção aos fazedores da modalidade.

O que disseram os demais concorrentes?

Nando Jordão, líder lista A, reconheceu os resultados, desejou sorte à Artur Almeida e Silva e agradeceu aos círculos provinciais da Huíla, Huambo e Luanda, que considera serem os únicos que estão comprometidos em mudar o futebol doméstico.

Tony Estraga, líder da lista C, congratulou o vencedor e informou que continuará a prestar o seu contributo para o engrandecimento da modalidade.

José Macaia, líder da lista D, reconheceu que o actual presidente da FAF tudo fez para que voltasse a vencer as eleições, lembrando que vai continuar a trabalhar para o bem do futebol.

Os planos de Artur Almeida  e Silva

Durante a campanha eleitoral, apesar dos “ataques” de que foi alvo, com reclamações dos adversários sobre a sua gestão, Artur de Almeida e Silva apostará na continuidade do seu programa que teve início em 2017.

O presidente da FAF partilhou o nome das empresas que financiarão o Girabola na nova época desportiva:

  • Sonangol
  • Endiama
  • SODIAM

A FAF fará tudo para conseguir o enquadramento como Instituição de Utilidade Pública para que possa constar do orçamento geral do estado.

A nível de parcerias, a direcção da FAF pretende interagir com o Ministério da Educação, para cadastrar os jovens praticantes e assim conseguir inibir a adulteração de idades.

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.