Pró Desporto

GP da China poderá ser antecipado para Sábado!

O Grande Prémio da China em Formula 1 está programado para este final de semana, mas parece que a mãe natureza tem outros planos. Devido ao mau tempo a ser vivido neste momento na China, os treinos de sexta-feira correram com limitações no primeiro, e o segundo treino basicamente não aconteceu.

O motivo principal por não ter acontecido os treinos em Shangai, não foi porque os pilotos não poderiam pilotar seus monolugares, mas simplesmente por motivos de segurança visto que os helicópteros médicos não conseguiriam levantar vôo nas condições que se apresentavam.

De acordo com as regras da FIA – Federação Internacional de Automobilismo, nenhuma sessão ou corrida pode dar seguimento caso um helicóptero médico ou ambulância ‘NÃO‘ consiga chegar ao hospital de referência em menos de 20 minutos. Apesar de existir um hospital de backup à menos de 5Km da pista (mas com difícil acesso por ambulância devido ao tráfego), o hospital de preferência está a cerca de 38Km da pista, o que é muito distante para que uma ambulância consiga aceder dentro do espaço de tempo pré-determinado.

As previsões de tempo indicam que o mau tempo irá continuar no Domingo, mas que Sábado há melhores probabilidades para um bom tempo, o que fez com que os pilotos e equipas convocassem uma reunião para Sexta-feira de noite para tomar uma decisão (que para se dar seguimento, deverá ser unânime), com a probabilidade que se movimente a corrida de Domingo para Sábado.

Devido ao GP de Bahrain que acontece já no próximo final de semana, e com o material a ser despachado já a partir de Segunda-feira, existe uma janela de oportunidade muito pequena para se tomar a decisão de se fazer a corrida já amanhã Sábado. A Form,ula 1 dá-nos mais um exemplo do quão sério o aspecto de segurança é levado dentro do desporto protegendo os seus pilotos, factor este que garantiu que se levasse mais de 21 anos (1994 com Ayrton Senna – 2015 com Jules Bianchi) até que uma outra fatalidade ocorresse no desporto.

1 Comentário

  1. Bruno Pegado

    7 Abril, 2017 at 7:11 pm

    Razão pela qual tem que se romover um encontro urgente com dirigentes, proprietário de equipas, pilotos e comissarios de pista para uma abordagem mais profunda sobre o estado da segurança nos varios eventos motorizados em Angola.

Deixe Um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *