Pró Desporto

Competição cerrada no 4º GP de Karting e Supermoto

Decorreu
neste final de semana em Luanda no circuito Multiparques no Km30 em Luanda a 4ª prova do
Campeonato Provincial de Karting e Supermotos, denominado “Grande Prémio
Multiparques, em forma de reconhecimento dos jovens participantes, equipas,
patrocinadores e organização, à empresa Multiparques pelo espaço cedido para a
pratica do desporto motorizado, e que muito tem desenvolvido a modalidade e
atraído muito público ao local.
Muita cor e
espetáculo no local, com o público bem disposto, foi o tema do dia que fez com
que todos vibrassem com as várias categorias que competiram, como os cadetes de
Karting (crianças de 7 aos 11 anos), a categoria MAX em Karting (crianças a
partir dos 12 anos), os DD2 em Karting (a classe rainha, com motores de 2
velocidades), os KZ em Karting (motores com 6 velocidades) e por último as
Supermotos (que incluiu o uso da pista no asfalto e na terra batida).
O evento que foi
organizado pelas empresas ‘Cayatte’, e a ‘Rodas & Eventos’, foi
definitivamente um dos melhores eventos que presenciamos nos últimos tempos,
não apenas em termos de competitividade, mas também em termos organizativos.
A tarde começou
com os cadetes de Karting a fazerem a sua exibição, meninos de tenra idade que
já demonstram um nível competitivo muito elevado, por fazerem parte da única
escola de formação de pilotos de Karting à vários níveis, a “Escola de Karting 3Kappas
parte do ‘Team 3Kappas’ sita no Estádio 11 de Novembro. A prova foi dominada pelo
piloto Keoni Kiala de 8 anos de idade, vencendo todas as mangas, com Hugo Ramos e Keilana Kiala empatados na 2ª posição.
Na categoria MAX,
apesar de ter sido dominada pelo piloto João Martins do ‘Team 100 Limites’ que
quase não teve opositores e venceu todas as mangas, teve no entanto boas
disputas durante o evento, particularmente com o sempre presente Rui Alves (que
parecia estar com um pequeno problema com o carro) mas não o deteve em lutar e
vencer a disputa do 2º lugar com o estreante Nuno Diogo lançado pelo Team 3Kappas que deu
boas indicações quando ganhar experiência.
Na classe rainha
DD2, houve grandes disputas a vários níveis, atuações de realce de vários
pilotos, e várias ultrapassagens a mistura, com destaque a pilotos como Bruno
Silva, Arlindo Narciso e Claudio Bandeira. No entanto, a prova foi dominada por
Jaime Duarte do ‘Team 3Kappas’ que venceu 2 das 3 mangas, e foi seguido de
Herlander Almeida e de Rui Andrade que completou o pódio. O campeonato DD2 está
agora ao rubro e vai até a última jornada, com cerca de 3 pilotos separados por
menos de 10 pontos na disputa da liderança.
Na classe KZ,
houve um brilharete de experiência, respeito e competitividade em pista. O
público vibrou de todas as formas com as várias lutas em pista. Marcio Rola
foi consistente em terceiro lugar, mas a tarde foi mesmo da grande competição entre o sempre presente
Stephano Van-deste que tanto lutou e inclusive teve a liderança algumas vezes,
mas sucumbiu à experiência, determinação e garra do consistente piloto Leo Serrão do ‘Team
Welwitchia’ que foi o grande vencedor.
Para terminar,
teve as Supermotos com o público mais uma vez a vibrar com o roncar das motos.
As duas mangas foram consistentes no seu resultado, com o piloto Djamil Madaleno
a terminar em terceiro na geral e em todas as mangas, teve em segundo Zeferino
Fernandes, e completamente dominada mais uma vez por aquele que já pode ser
considerado uma lenda do desporto Angolano, o carismático Helder Coelho “Vuty”
do ‘Team Mercenários’.
Nota positiva
para a organização da prova, e o esforço a tentar cumprir o horário. A próxima
corrida definitivamente irá atrair mais público e começa já a ser um espaço que
empresas com visão começam a fazer-se presentes para patrocínios e
exposição, não apenas no espaço em si, como também em determinadas equipas. Bem
haja o desporto motorizado em Angola!

Deixe Um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *