Pró Desporto

Bulls vencem Grizzlies por 40 Pontos de diferença!

Sem querer defender os Grizzlies, devo dizer que, na mesma noite, os Miami Heat derrotaram os Charlotte Bobcats por 39 pontos de diferença. Agora explico porque esse resultado não me surpreendeu: 1. Os Grizzlies têm jogado pessimamente (ganharam 1 jogo e perderam 3) esta época, quem viu o jogo contra os Oklahoma City Thunder deu conta que ele não converteram nenhum lançamento de campo até aos últimos minutos do primeiro quarto, se aproveitando apenas dos lançamentos livres e de um péssimo jogo de Russel WestBrook. 2. O Jogo dos Grizzlies se baseia na posição 5 ou seja, nos seus postes: Marc Gasol e Zach Randolph. No ano passado os Grizzlies eliminaram até os Spurs (melhor marca do Oeste no ano passado) nos playoffs usando esta táctica, bola dentro, bola fora, atraem a defesa e de novo bola dentro para um dos seus “gigantes” finalizar a situação. Desta forma eles garantiam muitos ressaltos ofensivos e pontos na segunda tentativa. 3. De notar que os Grizzlies fizeram uma boa campanha no ano passado, sem um dos seus melhores marcadores ( Rudy Gay, lesionado quase toda a época).  Desse modo a liderança passou toda para Zach Randolph que assumia o time sempre que necessário, com uma grande ajuda de Marc Gasol. 4. Ontem, no jogo contra os Bulls, Zach Randolph lesionou-se com 11 minutos de jogo. No jogo passado, o base principal, Mike Conley também se lesionou. É certo que os Grizzlies saíram a perder o primeiro quarto por 25 – 12, mas eles recuperariam esse resultado, é o que eles fazem! A equipe perdeu confiança e nenhum dos homens do cinco inicial acertou mais de 2 lançamentos de campo, o resultado foi o caos: 40 pontos de diferença para os Bulls em 3 quartos, uma vez que no último quarto, Tom Thibodeau, o treinador dos Bulls, substituiu toda sua linha inicial, com toda razão. Está na altura de os Grizzlies procurarem alternativas ao seu jogo interno, investindo mais nos lançamentos de meia distancia de Rudy Gay, Jeremy Pargo e O. J Mayo, eles já mostraram que são capazes, falta confiança e muito, mas muito treino. Muito trabalho para o Coach Lionel Hollins…

Deixe Um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *