Pró Desporto

Acto de feitiçaria causa confusão em jogo no Ruanda

Para quem acompanha o futebol africano, com certeza já ouviu muitas histórias envolvendo actos de feitiçaria. Há quem não acredita nisso, resume a simples actos de superstição mas outros acreditam firmemente nesse tipo de práticas.

No passado dia 16 de Dezembro aconteceu uma história caricata no Ruanda, durante o jogo da primeira divisão do campeonato de futebol entre o Mukura Victory e o Rayon Sports. O Rayon Sports, líder do campeonato perdia por 1-0 e aos 38 minutos, o avançado Moussa Camara, falhou uma grande oportunidade de empatar o jogo, ao cabecear bola na trave da baliza adversária. Eis que aos 45 minutos de jogo tomou uma decisão que gerou polémica, Camara foi até o poste esquerdo do guarda-redes adversário e retirou de lá alguns amuletos, supostamente ligados à feitiçaria e correu para entregar ao banco de suplentes. 
Este acto provocou a ira do guarda-redes do Mukura Victory e de alguns jogadores que estavam próximo ao local, o que gerou logo uma confusão. Camara foi sancionado pelo árbitro com um cartão amarelo. Mas nem tudo são más notícias, coincidência ou não, 7 minutos mais tarde o Rayon Sports conseguiu finalmente marcar o golo da igualdade por intermédio de… Moussa Camara.
Não sei se realmente o amuleto que estava na baliza era o que lhe impedia de marcar, fica por interpretação vossa. A verdade é que a FERWAFA (Federação de Futebol do Ruanda) não vai aceitar mais actos do género. Jogadores e treinadores poderão ser multados (100.000 Franco Ruandês, cerca de $120) e até suspensos (3 jogos) se forem considerados culpados em actos de feitiçaria. Se uma equipa for considerada culpada, ser-lhes-à retirada 3 pontos e receberão uma multa no valor de 500.000 Franco Ruandês, qualquer coisa como $600.
“Como não há meios científicos para provar o uso de feitiçaria, estas medidas irão se basear no relatório de jogo dos árbitros e qualquer coisa que consideramos que incita o uso de feitiçaria será tida em conta” – afirmou Vedaste Kayiranga, vice-presidente da Federação de Futebol do Ruanda.

Veja o vídeo abaixo:

Deixe Um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *