Pró Desporto

A histórica e inesquecível qualificação do Atlético Tucumán

Uma história caricata aconteceu ontem com a equipa argentina do Atlético Tucumán que participa pela primeira vez na Copa Libertadores. Os argentinos deslocaram-se para o Equador para disputarem a segunda mão da segunda fase de qualificação para a Copa Libertadores contra o El Nacional, em Quito, na primeira mão as duas equipas empataram a 2 golos.

Para evitar os efeitos da altitude de 2.850 metros da cidade de Quito, o Atlético Tucumán preferiu fazer a sua preparação na cidade de Guayaquil. Os problemas começaram quando os argentinos pretendiam embarcar para Quito… Segundo o diário “La Gaceta de Tucumán”, a empresa chilena Mineral Airways, que levaria os argentinos até Quito, não foi autorizada para fazer a viagem pelas autoridades equatorianas por falta de alguns documentos. Com três horas de atraso, o Atlético Tucumán conseguiu embarcar após a direcção do clube encontrar outro avião que só levaria 25 pessoas, os 19 jogadores e membros da comissão técnica.

Adeptos, jogadores e dirigentes conversam na pista, no fundo, o avião. Foto de Pablo Brunella

Essa confusão toda com o voo fez com que o Atlético chegasse ao destino sem o equipamento e as chuteiras. Ao tomar conhecimento do sucedido, a Federação Argentina não hesitou e emprestou o equipamento e chuteiras da selecção sub-20, que disputa em Quito o campeonato sul-americano da categoria. As cores do equipamento do Tucumán e da selecção Argentina são as mesmas. Uma situação totalmente atípica que foi permitida pelos delegados da Comenbol em prol do futebol.

Jogadores do Atlético de Tucumán utilizando o equipamento da sua selecção. (Foto: Reprodução / Twitter / Luis Juez)

O Atlético Tucumán desembarcou no Aeroporto de Quito 10 minutos depois da hora marcada para o jogo. De acordo ao artigo 15 do regulamento da Libertadores, no ponto 15.2, o limite de espera é de 45 minutos a partir do horário agendado. Passado este período, o árbitro pode suspender o jogo, a menos que haja circunstâncias que justifiquem esperar por um período mais longo. A partida que devia começar às 19h15 (hora local), teve início apenas às 20h45 (hora local), ou seja, 90 minutos depois da hora agendada, quase perdiam por falta de comparência. Apesar de ter aceite a realização da partida, o El Nacional deverá apresentar queixa à Conmebol contra os argentinos.

O Atlético não teve nem tempo de aquecer e entrou em campo directamente para cumprir o compromisso. Surpreendentemente, controlou a maior parte do jogo e acabou por vencer o jogo por 1-0, golo de cabeça do avançado Fernando Zampedri, aos 63 minutos de jogo.

O Atlético Tucumán irá defrontar os colombianos do Atlético Junior na terceira fase de qualificação à fase de grupos da Copa Libertadores.

Deixe Um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *