Pró Desporto

1ª Prova do Campeonato Nacional de Karting e Supermotos coroa campeões!

Fotos gentilmente cedidas por Paulo Figueiredo e Rico Melo.

A primeira prova do Campeonato Angolano de Karting e Supermotos (com o apoio da Mega Carga) decorreu na cidade de Moçâmedes, província do Namibe, no Domingo, dia 19 de Março, na pista citadina do parque infantil, competição esta que para além da abertura da época desportiva do desporto motorizado Angolano, também serviu para comemorar as “Festas do Mar” que se realizam na província, no mês de Março.

Depois dos treinos livres de sábado, onde os pilotos aproveitaram para afinar as suas máquinas e conhecer a pista, uma pista muito rápida e que não perdoa erros dos pilotos quando os mesmos acontecem, com uma grande multidão e exposição para os patrocinadores, como já é hábito quando há uma corrida motorizada em qualquer província de Angola, os pilotos concentraram-se no domingo para os treinos cronometrados e logo depois as respectivas mangas para cada categoria.

Para o Karting, na categoria MAX, houve muito pouca oposição para o piloto de Luanda, Nuno Diogo, do Team 3Kappas que venceu convincentemente as 3 mangas e conquistando o primeiro lugar da geral, tendo ficado na segunda posição o piloto da província da Huíla, Alesandro Frutuoso do Team DF, e fechado o pódio na terceira posição o piloto de casa (província do Namibe) Erynelson Almeida da Rial Racing Team. A prodesportos.com falou exclusivamente com Nuno Diogo que declarou que o segredo do seu sucesso nesta prova foi “ser persistente e evitar a má condução mas sempre agressivo com o kart“. Nuno reforçou ainda que continua com o firme objectivo de “ser coroado campeão Nacional no final da época e vou lutar para concretizar este objectivo“.

Na categoria DD2 (a categoria rainha), houve um excelente trabalho da equipa Comboio dos Duros tendo conseguido a primeira e a segunda posição com os pilotos Marco Barreira e Leandro Almeida respectivamente, ambos da província de Luanda, imediatamente seguidos pelo piloto de casa representando a província do Namibe e a equipa Rial Racing Team, João Almeida, para o delírio do público presente. Após a brilhante investidura e a forma consistente como Marco Barreira (também conhecido nas lides motorizadas como ‘Man Parquito’) geriu as três mangas da prova, a prodesportos.com fez questão de ter uma conversa breve com o actual líder do campeonato Nacional de karting na categoria de DD2 procurando saber o segredo desta exibição, o qual prontamente respondeu que passa por “muita dedicação e empenho“. Procuramos ainda saber se o público e patrocinadores poderiam apostar nele como campeão nacional no final da época, e Marco não hesitou em responder “Com certeza. Estou a trabalhar para isso e darei luta até ao fim“. É válido dizer-se que o campeonato este ano estará definitivamente ao rubro.


Na categoria do karting KZ onde estão os nomes sonantes e experientes do karting Angolano, após quase 1 ano e meio de ausência nas pistas, e quando todos esperavam que levasse mais tempo para voltar a adaptar-se nas pistas, eis que o antigo campeão da modalidade e sempre presente, Elcio Lacerda, do Team EL de Benguela, chegou, viu, e venceu, mostrando que os outros pilotos terão que trabalhar mais do que o normal para conseguirem vencê-lo. Em conversa exclusiva com a prodesportos.com, Elcio disse sentir-se “orgulhoso por ter conquistado mais uma corrida, depois de 1 ano e 4 meses parado“. Em relação a sua primeira corrida depois de muito tempo parado, Elcio realçou que “foi muito complicado porque nunca mais estive a andar de karting e foi muito complicado alcançar o primeiro lugar“. No entanto, isso não fez com que Elcio não deixasse de enviar um recado a todos os seus oponentes, dizendo claramente que “para 2017 pretendo lutar para conquistar o campeonato“. De certeza que estas palavras já devem estar a tirar o sono à muitos pilotos que aspiravam o campeonato de KZ.

Dando seguimento a categoria KZ, em segundo lugar ficou o estreante piloto Jaime Duarte do Team 3Kappas de Luanda, tendo beneficiado da sua consistência na sua primeira corrida nesta categoria, e Mauro Pereira de Benguela representando o Team Benguela Racing, fechou o pódio na terceira posição, com uma condução sólida.

Houve ainda provas de motos FZ e as super-motos que foram feitas a 100% no asfalto. Na categoria FZ, Jeovany Pinto do Team DF Moto Racing ocupou orgulhosamente o primeiro lugar do pódio, seguido de Arsénio Matias em segundo lugar e Jorge Borges do Team Armando Racing. Nesta categoria a província da Huíla teve domínio total, visto que todos os integrantes do pódio são da cidade do Lubango.


Na categoria das Super-motos, onde mais uma vez o público contou com a presença do sempre presente e já considerado uma lenda do desporto motorizado Angolano, Helder Coelho “Vuty”, as provas foram disputadas com o mesmo dinamismo de sempre para a alegria dos presentes. Jerónimo de Carvalho do Team Armando Racing conquistou o primeiro lugar, tendo ficado em segundo lugar o piloto Adilson Pinto do Team DF Moto Racing, e em terceiro lugar Uziel Ferraz também do Team DF Moto Racing, mais uma vez todos da província da Huíla, foram os felizes contemplados do pódio do Campeonato Nacional de Super-Motos. É para dizer-se que a província da Huíla poderá estar a criar um viveiro de pilotos para vir a dominar a classe das motos no futuro.

É de se realçar que Helder Coelho “Vuty” que muito tem feito com a sua imagem para o engradecimento do desporto motorizado Angolano, recebeu uma grande e emocionante manifestação de carinho por parte do público, o mesmo tendo sido reforçado horas depois pelo Secretário Geral da Federação Angolana dos Desportos Motorizados, Isaque Rodrigues “Zaza” nas redes sociais, com o seguinte teor:

“Vou contar-vos a HISTÓRIA de um piloto que faz tudo para ver o povo a sorrir de novo… Falaram muito de karting, mas todos esqueceram de falar senhor Motas de Angola, Hélder Coelho “VUTY”, aos 40 anos e a fazer a alegria do povo Angolano. Grande lição de condução, grande lição de profissionalismo, grande tudo. Quando caiu em corrida a pista toda ficou em suspense, quando se levantou o povo todo bateu-lhe palmas. O meu respeito!”

Se havia dúvidas de que o desporto motorizado Angolano continua a mover multidões e milhares de adeptos às suas corridas, de certeza todas elas foram dissipadas, e de certeza de que todos os patrocinadores presentes que apostam nestes desportos, saíram de lá devidamente satisfeitos com o retorno que obtiveram.

A organização no geral esteve muito boa, e sempre de salutar o empenho e apoio dado aos pilotos e equipas por parte da Associação Provincial dos desportos Motorizados do Namibe, sobre o sempre presente apoio do Governo da Província do Namibe, e em particular do próprio Governador da Província do Namibe, Rui Falcão de Andrade, um grande entusiasta e incentivador dos desportos motorizados. Bem haja!

Deixe Um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *